Criadores

Bruna

Sou libriana, sul matogrossense e formada em Letras Português/Italiano pela UFRJ.

Gosto muito de mudanças e de explorar o desconhecido. Por isso me mudei para a Alemanha com meu marido, depois de ter morado no Rio de Janeiro por quase 7 anos.  Sempre gostei de viajar e da sensação que se tem quando se está pela primeira vez em um lugar novo: tudo é desconhecido. A partir disso, minha curiosidade e ânsia por conhecimento fizeram com que eu fosse movida a aprender sempre mais sobre os vários lugares. 

A partir do meu amor por viagens e novas experiências é que, naturalmente, a vida foi me inclinando a compartilhar essas vivências. Meu prazer em apresentar novos lugares aos amigos e familiares fez com que, de forma orgânica, eu começasse a trabalhar com isso. Somado à essa questão ainda tenho o privilégio de conhecer mais sobre a história, me aprofundar na cultura local e de fazer uma verdadeira imersão pelas cidades por onde passamos. Compartilhar esses momentos com os clientes e ver a satisfação em cada um deles é muito gratificante. É, também, o que me move a continuar.

Igor

Olá, eu sou o Igor, terráqueo desde 1993, carioca e residente atual da cidade de Berlim.

Quando criança, minha brincadeira favorita era a de “faz de conta”, e minha paixão era fazer teatro. O gosto pela brincadeira não morreu diante da vida adulta, o que me trouxe à formação acadêmica em Artes Cênicas, pela UniRio, no ano de 2015.

Na Universidade, me conheci como sou, aprendi a me amar e a me respeitar como LGBTQI+, me compreendi politicamente e entendi, ou pelo menos percebi, a deliciosa complexidade da relatividade humana, da pluralidade do ser, do diverso, do colorido, do criativo. Abri minha mente para, literalmente, o mundo de possibilidades. De lá pra cá, conheci e vivi diversas outras paixões (do teatro em praça pública a escritórios corporativos). Hoje, sei que independente do meu cenário de atuação, do país de residência ou da empresa empregadora, o que preciso verdadeiramente é de estar em contato com o aprendizado constante e, sobretudo, com a possibilidade de contar histórias (ou estórias), seja para uma pessoa ou para uma platéia. E foi diante do desejo de fazer tudo isso com o máximo de liberdade de criação possível que nasceu a vontade de criar um projeto próprio, no qual eu pudesse compartilhar aprendizados e bons momentos com o maior número de pessoas possível. Porém, até que eu encontrasse a minha amiga Bruna, sentia que eu ainda não possuía tudo o que precisava para tirar os projetos do papel, faltavam ainda muitas peças para o meu quebra–cabeças. Quando nos conhecemos, nosso santo bateu, nossos corações se reconheceram, nossos valores humanos se espelharam e nossos projetos se complementaram. Por acaso, ou não (realmente acredito que não), ela também tinha um lindo quebra-cabeças para finalizar. Decidimos, então, juntar nossas peças para criar o NOSSO projeto, à quatro mãos, artesanalmente e com muito afeto. Espero que gostem e também se aqueçam com todo esse afeto.

%d bloggers like this: